Agronegócio: Coronavírus vai muito além dos danos à saúde, economia mundial já sente efeito direto do surto

  • 28/01/2020
  • 0
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Agronegócio Brasileiro

O mercado financeiro, especialmente as commodities ligadas ao agronegócio, sentiram diretamente a aversão ao risco nesta segunda-feira, por conta do Coronavírus. A Bolsa de Chicago registrou perdas para a soja, milho e trigo, este último, apresentou recuperação ao final da tarde, mas ainda assim, fechou em terrenos negativos. A maior preocupação no momento é em relação ao futuro da economia da China e economia mundial como um todo. Por este temor da desaceleração econômica é que as commodities apresentaram fundamentos de baixa. Confira:

O Coronavírus, doença que já matou 106 pessoas na China e mais 1 óbito em Pequim, não vem afetando somente a área de saúde por todo o mundo, mas também, o mercado financeiro. Com isso, o agronegócio brasileiro, pode sofrer as consequências juntamente com todos os países que fornecem produtos agrícolas especialmente para  a China.

O fato da especulação de que o vírus pode até mesmo contaminar os grãos, ou que por questão de segurança a China pare de importar commodities agrícolas dos seus países fornecedores, até que este problema seja controlado, faz com que a demanda fique em cheque no momento.

Essa questão vai além disso, visto que o surto pode ainda causar a desaceleração da economia asiática por um tempo, afetando diretamente o mercado externo. Motivo este, que fez ontem a bolsa despencar.

Posicionamento do Ministério da Saúde do Brasil e monitoramento da situação global agrícola

Ontem (27), ao ver as reações do mercado e os efeitos negativos do Coronavírus se estendendo, o Ministério da Saúde, informou que está acompanhando de perto a situação de emergência do Coronavírus. Esta preocupação se deve, porque o vírus também pode desencadear doenças em animais, porém, até o momento, não há relatos de que a doença atingiu qualquer espécie animal. Mas o Ministério da Saúde adverte que, ainda  não foi realizada nenhuma restrição à comercialização de produtos de origem animal no momento.

Ou seja, se isso acontecer, a agropecuária brasileira, pode sofrer ainda mais as consequências econômicas em função do Coronavírus. Um grande volume de carne pode deixar de ser exportada por questões sanitárias, causando grandes impactos à cadeia produtiva do agronegócio brasileiro.

OMS volta atrás e classifica Coronavírus como de risco “elevado”

Após divulgar na semana passada que o surto de Coronavírus na China era de grau moderado, a Organização Mundial de Saúde reconheceu o seu erro e reclassificou o Coronavírus como de risco “elevado”.

Como já mencionado, a doença já matou 106 pessoas na China e 12 países (3 continentes) já reportaram casos suspeitos da doença.

A China já colocou mais de 40 milhões de pessoas em quarentena por conta da doença e como o susto se espalha em alta velocidade, o risco de uma contaminação em âmbito global não está descartado, mesmo com todos os cuidados que o continente asiático está tendo em seus aeroportos e locais de grande público.

Por hora, resta acompanhar o andamento do processo de controle da doença, para que não só a área de saúde, mas o mercado financeiro volte à sua normalidade.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Veja Mais
Defensivos Agrícolas: Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, critica ação do PSOL sobre aumento da tributação dos agroquímicos
Destaques da Economia Brasileira (de 17/02 a 21/02/20)
Agricultura de Precisão: Uso de tecnologia no campo reduz o custo de produção de cana
Fertilizantes: Tribunal Regional do Trabalho suspende demissões na fábrica de fertilizantes da Petrobrás em Araucária
Agronegócio Brasileiro: CNA prevê crescimento recorde no PIB agropecuário em 2020

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo