Tom baixista no milho permanece no mercado interno

  • 29/10/2018
  • 2
  • Categoria(s): Milho |

As cotações do milho continuam sob pressão no mercado doméstico. No Paraná o preço da saca recuou 4% na semana, em São Paulo desvalorização semanal de 4,7%. No mesmo comparativo, o Indicador ESALQ/Cepea Campinas-SP recuou 2,1%.

CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A TABELA AFNEWS DE PREÇOS DO MILHO NAS PRINCIPAIS REGIÕES PRODUTORAS

CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR A TABELA AFNEWS DE PREÇOS DO MILHO NA BM&F

 A mornidão do mercado gerada pelo menor interesse comprador diante da postura mais ativa do lado vendedor segue pressionando as cotações. Além da queda do dólar que impacta no ritmo das exportações, a maior oferta interna, com a colheita da segunda safra concluída no país, são também fatores de baixa que dão o tom no mercado.

 O câmbio será um fator balizador de preços das commodities como o milho e a soja. Considerando a tendência de recuo do dólar diante da eleição do Presidente Jair Bolsonaro, para o lado comprador a expectativa é de um mercado com preços mais arrefecidos para o milho, que, se confirmado, representará oportunidade de compra para o pecuarista no curto prazo.









Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo