Panificação: novos perfis de negócios para agradar aos consumidores modernos

  • 23/01/2020
  • 4
  • Categoria(s): Notí­cias Populares |

fornada de pão francês

Em tempos de concorrência acirrada é preciso lançar no mercado brasileiro além de produtos inovadores, uma série de serviços que englobam a cultura orientada para o atendimento, para abrir vantagem competitiva. No  setor  de panificação, essa realidade não é diferente! Segundo levantamento feito pelo SEBRAE, existem no Brasil, atualmente, cerca de 63,2 mil empresas no  segmento  de panificação.


Patrocinado

O desafio das empresas mais tradicionais, que já se consolidaram no mercado por meio de uma trajetória pautada na reputação de suas marcas, contempla uma readequação aos tempos modernos para atender as demandas dos consumidores,  principalmente das gerações mais novas, ao passo que precisam lidar com o surgimento de estabelecimentos  mais contemporâneos  e tecnológicos.

Essa mudança já começou. Novos modelos de negócios e estratégias de vendas, como a fabricação e o preparo de  produtos diante dos olhos da clientela, têm aumentando a percepção de valor e fidelizado o consumidor,  o que possibilita a aplicação de margens maiores de lucro para o negócio.

A ideia do “ponto quente” é aguçar os sentidos dos consumidores pela visão e pelo olfato. Ou seja, além de ver os produtos sendo produzidos quentinhos na hora, os consumidores ainda sentem o cheiro deles com mais intensidade. A tática induz o apetite e faz com que a clientela acabe comprando mais produtos a cada visita.

Graças a equipamentos mais modernos,  agora o pãozinho fresco de todo dia não sai do forno somente nos horários de pico. Neste sistema,  a padaria, poderá agradar o freguês assando fornadas de pão francês, a todo momento; porém, em menor escala.

A equipe AF News procurou saber do presidente da  Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP), José Batista de Oliveira, se a palavra de ordem no setor para a próxima década é inovação? Veja o que ele respondeu, a seguir:  

“A palavra inovação sempre fez parte do setor de panificação brasileiro, que por si só já é inovador quando comparado ao modelo de negócio de outros países. Aqui no Brasil as padarias oferecem um mix de produtos e serviços que atende a necessidade do consumidor em vários momentos de compra. E essa tendência cresce cada dia mais. Hoje é comum ver padarias que oferecem bufê de café da manhã, almoço, saladas para levar para casa, sanduíches, tapiocas, caldos, comida oriental, açaí e cafeteria. O importante é que esteja dentro do modelo de negócio escolhido, oferecendo os produtos com qualidade”, disse o presidente.  

AF News -  Neste sentido de inovar, as padarias conceito, por exemplo, são estabelecimentos que oferecem mais do que pães franceses aos seus clientes. Essa tendência tem se revelado forte concorrente das marcas tradicionais, que conquistaram suas clientelas com base somente em reputação de mercado? 

Presidente da ABIP -  Chamamos de padaria conceito esse perfil de negócio inovador (como citado na resposta anterior). Costumamos dizer que as padarias de perfil gourmet oferecem de tudo, inclusive pão francês – que é a estrela de qualquer padaria. O pão francês é muito importante pois ele é um vínculo afetivo com o cliente, é a identidade da padaria. Contudo, as padarias gourmet e as padarias tradicionais não são concorrentes, mas apenas modelos de negócio diferente e que oferecem distintas soluções ao consumidor. Um modelo não exclui o outro e todos são importantes para consolidar as diferentes imagens que a padaria estabelece com o cliente.

AF News - Como a ABIP avalia essas mudanças de comportamento do consumidor?

Presidente da ABIP - A mudança no comportamento do consumidor segue um fluxo natural das mudanças sociais, econômicas e culturais. Avaliamos como positivo e desafiador, pois instiga a buscar soluções, cada vez mais rápido. O mercado cobra isso do empresário de panificação: ser tradicional ao ponto de saber o pão preferido do cliente e inovador ao ponto de oferecer produtos que ele não esperava.

*Com base em dados do Sebrae e informações da ABIP

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

 

Veja Mais
Destaques da Economia Brasileira (25 a 29/05): Dólar registra alta após sete dias consecutivos de queda. Economia global mostra primeiros sinais de recuperação
Economia global mostra primeiros sinais de recuperação diante da pandemia
Destaques da Economia Brasileira (18 a 22/05): Dólar fecha a R$ 5,58 registrando a menor cotação em 20 dias
Economia Brasileira: Bolsonaro e governadores vetam aumento de salário a servidores públicos. Ibovespa vai a 83 mil pontos e dólar tem forte queda
Destaques da Economia Brasileira (10 a 14/05): No ano, dólar já subiu 45% e Banco Central já não sabe mais como atuar

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar