Conjuntura de grãos: safra 2019 é recordista com saldo de 239,8 milhões de toneladas, diz IBGE

  • 11/09/2019
  • 2
  • Categoria(s): Mercado de Grãos |

safra de grãos 2019

A nova estimativa anunciada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), sobre a produção nacional de grãos da safra 2019 bateu o recorde em 1,4 milhão de toneladas a mais do que a marca obtida pela safra de 2017. As  239,8 milhões de toneladas de grãos previstas para esta temporada são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) e acabou de 'sair do forno', ou seja, os dados estão quentes.

O milho assume a dianteira com 21,5%. Crescimento que representa 17,5 milhões de toneladas a mais do grão frente a 2018. No total, são 98,9 milhões de toneladas do cereal. Com tamanho volume, o milho sobe de patamar e quebra  recorde, desde o início da série histórica em 1975.

Em termos de produtividade, os  números apontam que na  1ª safra de milho do ano, foram alcançados 25,7 milhões de toneladas, decréscimo de 0,8% em relação a julho. Em relação ao ano anterior, a estimativa da produção foi 0,1% menor.

No Piauí, a produção declinou 6,4%, tendo alcançado 1,5 milhão de toneladas, mesmo assim o volume é  3,2% maior que a marca obtida em 2018. Outras unidades da federação que informaram redução na produção foram: Ceará (-13,3%), Rio Grande do Norte (-2,5%), Paraíba (-39,4%) e Pernambuco (-17,2%).

O cenário mudou na 2ª safra para uma escala de produção bem maior A estimativa da produção atualmente alcançou a casa dos 73,1 milhões de toneladas, aumento de 0,4% em relação ao mês anterior, estando concentrada nos quatro maiores produtores do país: Mato Grosso (42,3% do total), Paraná (18,8%), Mato Grosso do Sul (13,7%) e Goiás (13,3%). Juntos, estes estados respondem  por 88,1% da produção nacional do milho 2ª safra.

Segundo as estimativas do IBGE, este volume de produção de milho 2ª safra é recorde, tendo suplantado em 5,5 milhões de toneladas o da safra de 2017, até então a maior produção obtida no país, quando registrou 67,6 milhões de toneladas.

Até agora, os aumentos mais expressivos em volume de produção, em relação ao mês anterior, foram estimados no Piauí (9,6%), Ceará (35,1%) e, principalmente, Goiás (5,1%), representando este último 498,0 mil toneladas.

Milho favorecido pelo clima

As boas condições do clima favoreceram o aumento da produção do grão,  bem como a antecipação do plantio da soja, que após colhida deu lugar ao milho. Além disso, o preço do cereal no mercado internacional também tem configurado em melhores ganhos. Afinal, o Brasil tem exportado muito milho nesta temporada,  especialmente para países que atendem o mercado chinês e que estão ampliando a produção de carne de porco em razão da gripe suína na China, segundo o IBGE.

Representatividade de Grãos

O arroz, o milho e a soja representam 92,7% da estimativa da produção de grãos e respondem por 87,2% da área a ser colhida. Ao ser comparada com  a área de 2018, houve aumento de 6,8% na área do milho e de 2,3% na da soja, e queda de 10,3% na área de arroz. Já na produção, ocorreram quedas de 3,9% para a soja e de 12,7% para o arroz, e aumento de 21,5% para o milho.

Cereais de Inverno (em grão)

 A estimativa  da safra atual é de 7,2 milhões de toneladas. O trigo aparece com maior participação: 80,8% do total (5,8 milhões de toneladas). A aveia tem representatividade de 13,7% (985,6 mil toneladas) e a cevada participa com 5,5% (391,6 mil toneladas).

Nas lavouras brasileiras de inverno, o trigo sempre teve forte protagonismo. Segundo dados do LSPA, a área plantada alcançou 2,1 milhões de hectares, um aumento de 2,2% em relação ao mês de julho. Já a estimativa de produção cresceu apenas 0,3%. Nas pontas puxando o crescimento no mês de agosto estão o Paraná - maior produtor brasileiro -, com uma produção estimada em 2,7 milhões de toneladas e participação de 46,7%; depois aparece o estado gaúcho, com  39,3% e na sequência Santa Catarina que manteve as informações do mês anterior. Em Goiás, houve crescimento de 33,7% na estimativa de produção.

Para a produção da aveia, a estimativa foi de 985,6 mil toneladas. Houve um declínio de 1,5% em relação ao mês anterior, devido à redução de 7,6% da produção no Paraná. Até agosto, apenas 3,0% da área foi colhida no estado. No país, a área a ser colhida deve alcançar 457,0 mil hectares. Em relação ao ano anterior, a estimativa da produção de aveia apresenta crescimento de 10,7%.

Em relação à cevada, a produção estimada foi de 391,6 mil toneladas, declínio de 6,9% no comparativo ao mês anterior. A área a ser colhida alcançou 107,1 mil hectares e o rendimento médio 3.655 kg/ha, este último com retração de 6,9%.

Ao ser comparado com igual período do ano passado,  a estimativa da produção de cevada cresceu 20,5%. A área plantada de 107,1 mil hectares aumentou 6,7% e o rendimento médio cresceu 12,9%.

Os ‘maiorais’ em produtividade

Mato Grosso lidera como maior produtor nacional de grãos, com uma participação de 28,1%. Agora, entre as Regiões com maior destaque para o volume da produção de cereais, leguminosas e oleaginosas, o LSPA apresenta a seguinte distribuição: Centro-Oeste, 111,1 milhões de toneladas; Sul, 77,9 milhões de toneladas; Sudeste, 22,2 milhões de toneladas; Nordeste, 19,2 milhões de toneladas e Norte, 9,4 milhões de toneladas.

Já no comparativo com o ano de 2018, os aumentos registrados foram: de 5,0% no Norte, de 10,0% no Centro-Oeste, de 4,5% no Sul e de 0,5% no Nordeste, e decréscimo de 3,1% no Sudeste.

*Com informações do IBGE

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Veja Mais
Conjuntura: Brasil deve bater novo recorde de grãos na safra 2019/2020
Safra de grãos 2019/2020: cenário é favorável para recorde, aponta estudo da Conab
Conjuntura de grãos: safra 2019 é recordista com saldo de 239,8 milhões de toneladas, diz IBGE
Safra de grãos brasileira: estudo prevê produção de 300 milhões de toneladas daqui a dez anos
Grãos: relações de consumo, estoque, produção e exportações globais, segundo USDA

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo