Carne de frango: ranking de estados brasileiros que mais exportaram o produto permanece sem grandes alterações

  • 16/08/2019
  • 6
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Das 22 unidades Federativas brasileiras, o Paraná continua na liderança do setor, com aumento de volume de quase 9% nos sete primeiros meses do ano e uma participação nas exportações nacionais já muito próxima dos 40%. Isto significa que não houve maiores alterações no posicionamento do ranking de cada player. Porém, a liderança paranaense que há tempos atrás era considerada imbatível, já começa a ser colocada em xeque pelo estado vizinho.

Veja Mais
Reforma Tributária na mira dos deputados pelos próximos dias; assunto já movimenta setor agropecuário
Melhoramento genético: Tecnologias desenvolvidas na cultura do arroz, para aumentar a rentabilidade
Pão industrializado pode ser sinônimo de saudabilidade? ABIMAPI desvenda mitos e verdades sobre o assunto
Saída pelo mar: logística portuária paranaense aumenta a relevância da estrutura no embarque da soja
Carne moída: unanimidade da cozinha; dicas para deixar a receita caseira mais gostosa com a carne certa

É que a bela Santa Catarina, que neste mesmo período, há exato um ano, detinha 27% do total, agora deu um salto de  34% em participação– isto representa  um acréscimo de 28%, enquanto o aumento de participação paranaense mal passou de 2%.

Tudo leva a crer, porém, que a ‘turbinada’ nos índices das exportações catarinenses seja apenas contábil, isto é, decorrente de mudanças na metodologia da SECEX/MDIC. Aponta nessa direção o fato, por exemplo, o incremento de Santa Catarina (+36,38%) corresponder a um volume adicional de 220 mil toneladas em relação ao exportado nos mesmos sete meses de 2018, enquanto o incremento em nível nacional não chegou a 150 mil toneladas.

Em síntese, observado o desempenho global das exportações no período em questão, é certo que o aumento registrado vem tendo a participação de Santa Catarina, mas com um salto mais modesto, outrossim, em níveis inferiores aos apontados pelos dados oficiais.

Aspecto curioso

Há uma década, o frango inteiro respondia por mais de um terço da receita cambial da carne de frango brasileira. Dez anos se passaram e a participação do frango ficou reduzida a pouco mais de um quinto, o que representa um queda de quase 33%, já que entre janeiro e julho deste ano contribuiu com apenas 22% da receita obtida nas vendas externas.

Na contramão e com um índice mais significativo, aparecem os cortes de frango. Em 2009 responderam, na média, por 48% da receita cambial da carne de frango. Neste ano, em sete meses, foram responsáveis por mais de 68% do total, um índice de incremento superior a 40%.

O interessante é que, pelo menos em relação a 2009, não há grandes alterações no mix de produtos exportados. Assim, detalhando (volume acumulado entre janeiro e julho de 2019 x acumulado nos 12 meses de 2009), a participação do frango inteiro passou de 38,10% para 37,94% (redução de 0,42%); a dos cortes de frango subiu de 52,44% para 52,59% (aumento de apenas 0,29%); a dos industrializados recuou de 4,56% para 4,54% (meio por cento a menos); e a da carne salgada aumentou pouco mais de meio por cento, passando de 4,89% para 4,93%.

*Com informações da Avisite

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

 

Veja Mais
Nitrogênio: Saiba por que este é um nutriente mineral fundamental para o desenvolvimento das plantas
Soja começa a quinta-feira em queda na Bolsa de Chicago e USDA divulga o relatório das vendas semanais
Minuto Farinha | Fundamentos de alta pressionam mercado de farinhas
Trigo Brasil: Deral informa que o Paraná terá redução de 15,8% da Safra de Trigo em função das geadas
Agrotóxicos: Apesar da liberação de 42 novos defensivos no Brasil, Ministério da Agricultura (Mapa) informa que a venda de agrotóxicos diminuiu nos últimos anos

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo