Após dias dramáticos, arroz começa com alta em agosto no mercado brasileiro

  • 12/08/2019
  • 4
  • Categoria(s): Mercado de Arroz |

Cotação do Arroz

A cotação do arroz fechou com alta de 1,10% no Brasil nesta segunda-feira, orizicultores que vinham contabilizando grandes perdas principalmente no mês de junho e julho começam o mês com otimismo...

O mercado do arroz passou por dias difíceis ultimamente, mas parece que no mês de agosto as negociações avançaram e nesta segunda-feira a variação mensal acumulou uma alta de 1,10 com a cotação fechando em R$ 43,37/saca paga ao produtor no Cepea/Esalq.

Na semana entre os dias 05 a 09 de agosto a média ficou em R$ 43,21/saca ante os R$ 42,98/saca da semana anterior, acumulando um avanço de 0,53% no Rio Grande do Sul.

Entre os motivos que vem trazendo melhora no setor arrozeiro está a alta do dólar que chegou a máxima de R$ 3,97/US$ na semana passada. Com este avanço a saca da ICE Futures custou em média US$ 11,37/saca entre os dias 05 a 09 de agosto.

Hoje, o preço do arroz na Bolsa estava em US$ 11,57/saca as 19:50h, apresentando valorização de 1,79% no dia.

Alta do Arroz

A alta tanto no mercado externo, quanto no doméstico, veio influenciada pelas novas projeções de consumo global, especialmente da China, que segundo as ultimas informações, fechou com a Venezuela uma parceria que pode movimentar 240 mil toneladas de arroz no Mercosul nos próximos dias.

Com isso, as indústrias ficaram alvoroçadas e com essa demanda fortalecida, o mercado fica mais aliviado na pressão dos preços.

Outro motivo que acarretou a maior demanda nesta última semana por parte das indútrias, é a possibilidade de que o Conselho Monetário Nacional (CMN) aceite a negociação e aumento de prazo do pagamento das parcelas de custeio para os orizicultores, fazendo com que eles tenham mais prazo e margem de negociação, o que fez com que eles precisassem repor a matéria-prima para beneficiamento.

Veja mais:

Trigo Brasil apresenta estabilidade na segunda-feira enquanto a Bolsa de Chicago registra queda de 3% para o Trigo dos EUA

Milho mercado externo: semana começa com surpresas; safra 19/20 dos EUA tem previsão acima do esperado pelo mercado

Fécula de Mandioca apresenta forte queda na última semana, enquanto raiz contabiliza ganhos em algumas regiões

Balança Comercial

O mês de julho voltou a apresentar déficit na balança comercial, ou seja, a importação ultrapassou a receita de exportação. No período o déficit foi de apenas 11 mil toneladas, os embarques resultaram num volume de 104 mil toneladas com a compra de 115 mil tons, sendo a maioria demandada do Paraguai. A estimativa era de uma demanda de 150 mil toneladas no mês de julho, resultado 30% a menos do volume projetado.

Com relação ao saldo no ano comercial de março 2019 a fevereiro de 2020 – a conta ainda é positiva em 100 mil toneladas. O mercado está otimista esperando um grande contrato dos exportadores brasileiros para agosto/setembro.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Veja Mais
Arroz – Balanço Mensal: Novembro registra o melhor preço médio praticado no arroz em 2019
Arroz – Balanço Semanal: Condições climáticas favoráveis contribuem para o avanço do plantio no Rio Grande do Sul
Arroz – Balanço Semanal: Com incerteza no clima, cotação do arroz segue firme
Arroz – Balanço Semanal: Com incertezas no plantio da safra 2019/20, arroz permanece com preços firmes
Arroz – Balanço Mensal: Redução na área plantada e incertezas nas condições climáticas mantém os preços em trajetória de alta

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo