Geadas: trégua nas baixas temperaturas não recupera prejuízos no campo; vem mais frente fria por aí

  • 15/07/2019
  • 12
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

O  tempo firme, com temperaturas agradáveis e cara de veranico dos últimos dias, durou pouco para os paranaenses. Nesta segunda- feira(15), uma nova frente fria voltou a baixar os termômetros da capital do Paraná e de várias outras cidades do sul do país.

No Paraná, 99% da área de cultivo do trigo já estão com plantio finalizado. A previsão é de que o plantio seja totalmente concluído ainda esta semana.

O Paraná dedica, nesta temporada, mais de 1 milhão de hectares ao cereal, conforme estimativa do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab). Mas, a produtividade da safra deve ficar abaixo do esperado, devido uma ameaça que mesmo nesta época de inverno surge de modo intempestivo: as fortes geadas.

As camadas de gelo, umas mais finas e outras mais grossas, que castigaram as lavouras, principalmente nos dias 06, 07, 08 e 09 de julho, onde os termômetros, em determinadas regiões mais baixas do estado, chegaram a registrar temperaturas que variaram de -1 a -6 graus.

Na avaliação do engenheiro agrônomo do Deral,  Carlos Hugo Godinho,  as geadas  atuaram para rebaixar a qualidade das lavouras parananeses, que estão na fase de florescimento ou enchimento de grãos (cacho),   em cerca de 10%. Este índice levou o departamento a reduzir a expectativa de produção das 3,2 milhões de toneladas para 2,8 milhões, patamar semelhante ao da última safra.

A apuração mais detalhada só poderá ser concluída pelos técnicos do Deral nos próximos dias, mas uma coisa é certa: a safra de trigo, que será colhida em setembro não escapará ao impacto das baixas temperaturas do inverno rigoroso do sul do país.

As regiões que mais concentram prejuízos nas lavouras ficam no oeste, sudoeste e centro oeste do Paraná.  “Temos informações preliminares de que quanto mais para o lado oeste, mais problemático, pois é onde eventualmente se planta mais cedo”, avalia Godinho. Um relatório do órgão estadual deve ser divulgado até o fim de julho, com balanço completo de todas perdas.

Segundo especialistas, o  frio é benéfico nas fases iniciais do desenvolvimento do trigo, inclusive com geadas, mas as geadas tardias, nas fases de floração e de enchimento de grãos, por exemplo, causam prejuízos irrecuperáveis.  

Além das perdas no trigo, há relatos de prejuízos causados em outras culturas , como hortifruti.  Segundo boletim do Deral,   o ‘destaque’ para as perdas vai para o cultivo da alface, brócolis, chuchu, couve-flor, couve-manteiga, espinafre, feijão-vagem, entre outras. Já no início da semana passada também foi possível observar  aumento significativo de preços dessas olerícolas.

Já as frutas que apresentaram algumas perdas na produção foram: morango e tangerinas. A erva-mate também foi afetada. Outras cadeias produtivas também devem sofrem com os reflexos  das geadas retardatárias, como a bovinocultura de corte e a produção  leiteira, que dependem de pastagens para alimentar o gado. Em muitas regiões pastagens perenes foram queimadas pelo frio.

Na região de Umuarama, o impacto da onda de gelo já começou a ser sentido nas lavouras de mandioca e café.Os valores pagos aos produtores rurais pela mandioca ficaram entre R$ 0,53 a R$0,56 por kg/renda e no café R$ 5,67 a R$ 6,50 por kg/renda.

Condições do Tempo para as próximas 24 h 

Segundo a previsão meteorológica, nesta terça-feira(16), o eixo da frente fria avança em direção a Região Sudeste do País. Assim, uma massa de ar frio avança pelo Sul do País, atingindo o Estado já ao amanhecer, deixando as temperaturas baixas nas regiões oeste, sudoeste, centro-sul sul e região metropolitana de Curitiba.  No decorrer do dia, a massa de ar frio e seco avança em direção as demais regiões paranaenses.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Veja Mais
Alimentos funcionais e o desenvolvimento de pesquisas em melhoramento genético
Destaques da Economia Brasileira (de 02 a 06/12/19)
Defensivos Agrícolas: Setor agrícola brasileiro recicla 93% das embalagens de agrotóxicos
Fertilizantes: grandes aliados da alta produtividade
Agricultura de Precisão: Como melhorar os resultados no campo?

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo