Novo berço: Porto de Paranaguá terá ganho operacional de 25%

  • 03/07/2019
  • 6
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

O Porto de Paranaguá mais uma vez dá um salto na área operacional. É que, graças à aprovação da nova profundidade em que as embarcações ficam submersas na água, no novo berço 218, o modal portuário está pronto para receber navios de contêiner com maior capacidade de carga.

O calado, como é denominado em termos náuticos, passou de 9,5 para 12,5 metros. Com a mudança, o porto paranaense terá um ganho operacional de 25%, tornado possível o uso dos quatro berços exclusivos para carga acondicionada em contêineres e sobre rodas.

A aprovação do calado foi feita pelas Autoridades Marítima e Portuária. O novo berço contou ainda com a Autorização de Operação pelo Órgão Ambiental Licenciador – o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Outro impacto positivo nos avanços recém-conquistados se refere à equalização das condições de navegação durante o dia e a noite, o que reduz o tempo de atracação e faz com que os usuários ganhem agilidade nas operações. Segundo o presidente da empresa pública Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, as mudanças atendem às expectativas do mercado e devem movimentar a economia no Estado.

“A ampliação do calado tem impacto direto na capacidade de embarque e reduz os custos operacionais, garantindo maior competitividade no mercado internacional. Com mais cargas movimentadas, temos mais negócios, mais empregos gerados, mais renda e maior arrecadação de impostos”, destaca Garcia.

AMPLIANDO A CAPACIDADE

O berço 218 é administrado pela Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) e faz parte de um projeto considerado o maior investimento do setor portuário do Brasil na atualidade. A empresa investe cerca de R$ 550 milhões nas obras de ampliação da capacidade de movimentação, que deve passar dos atuais 1,5 milhão de contêineres/ano para 2,5 milhões de unidades anuais.

Para o diretor institucional da TCP, Juarez Moraes e Silva,  a liberação só foi possível graças ao alinhamento entre as autoridades e operadores portuários, ao trabalho de planejamento estratégico e alinhamento entre todos envolvidos. “Como resultado, a TCP e, consequentemente, o Porto de Paranaguá, entrega ainda mais capacidade operacional para os usuários e armadores. Trata-se de um berço apto a operar, se necessário, além de contêineres, também carga projeto, carga geral e veículos”, destacou.

Fonte: AEN/Admdosportos

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

Veja Mais
Destaques da Economia Brasileira e Internacional (de 07 a 11/10)
Nutrição de plantas: o que você precisa saber?
Agricultura de Precisão aplicada a cultura do milho
Tensões entre China e EUA se intensificam e acordo de paz entre os países na guerra comercial fica cada vez mais distante
Melhoramento Genético e os desafios na Cadeia Produtiva do Trigo

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo