Melhoramento Genético: Soja tolerante a percevejos pode reduzir de 7 para 2 aplicações de defensivos agrícolas

  • 02/07/2019
  • 4
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Melhoramento Genético - nova variedade de soja resistente ao percevejo

Nova cultivar de soja foi obtida através do melhoramento genético do grão promovido pela Embrapa, a nova variedade é mais resistente aos percevejos, resultando na economia de até 60% na aplicação de agrotóxicos...

Os percevejos são uma das piores pragas para a cultura da soja. Além do dano econômico e de produtividade, o inseto é vetor de doenças que podem comprometer mais ainda a lavoura. No entanto, uma nova variedade de soja desenvolvida pela Embrapa, possui uma tecnologia de resistência aos percevejos.

Denominada como BRS1003, a nova cultivar de soja foi criada com foco de ser resistente ao inseto, o Block. A tecnologia já vem sendo empregada por alguns agricultores, inicialmente para teste, mas já existem relatos positivos quanto a nova variedade.

O pesquisador Carlos Arrabal Arias, líder do programa de melhoramento genético da Embrapa, informa que a Tecnologia Block fornece maior proteção à lavoura em relação ao ataque da praga que suga as vagens e os grãos de soja. “As cultivares com a genética Block têm maior tolerância aos percevejos, o que minimiza a ação destrutiva da praga. Porém, a tecnologia não dispensa o uso de inseticidas, mas permite uma melhor convivência com os insetos no campo”.

Veja também:

Melhoramento Genético: Feijão Transgênico e agora, como o consumidor irá reagir?

Agricultura de Precisão: Dispositivo criado para a cultura da cana-de-açúcar é capaz de medir, em tempo real a quantidade colhida em determinada área de plantação

Fique por dentro da análise de mercado das commodities na coluna: Notícias Agrícolas

A primeira cultivar de soja com a tecnologia Block é a BRS 1003IPRO, que foi desenvolvida pela Embrapa Soja com a Fundação Meridional de Apoio à Pesquisa. A BRS 1003IPRO é uma cultivar de soja do grupo de maturidade 6.3 (macrorregiões 1 e 2) e 7.0 (macrorregião 3), indicada para os seguintes estados: Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais.

“Esta cultivar apresenta ampla adaptação, excelente potencial produtivo, estabilidade de produção e moderada resistência ao nematoide de galha Meloidogyne javanica, além de resistência às principais doenças da soja como o cancro da haste, mancha olho-de-rã e podridão radicular de fitóftora”, ressalta Arias.

Leandro Becker, um produtor de Quatro Pontes, no oeste do Paraná, testou a soja tolerante aos percevejos na última safra, seu acesso a variedade VRS1003 foi em um dia de campo realizado em uma cooperativa local. Dos 120 hectares que possui, 7 foram destinados para o plantio da variedade BRS1003 da Embrapa. Entre as suas características, o que lhe chamou mais a atenção foi a arquitetura da planta e a produtividade.

Os resultados obtidos pelo produtor foram bem positivos, mesmo o clima tendo atrapalhado a produção de grãos, o registro foi de uma colheita de 66 sacas/ha com a soja BRS, o aumento de produtividades da cultivar melhorada foi bem discrepante contra demais áreas, cuja média ficou entre 49 à 57,8 sacas por hectare.

Além dos benefícios ligados ao incremento da produtividade, o produtor ainda ressalta que a tecnologia é uma forma de otimizar o controle do percevejo na lavoura. No entanto, é preciso manter a aplicação racional e adequada dos inseticidas a fim de manter suas características de resistência. Becker informou que na última safra precisou de somente uma aplicação de inseticidas na BRS1003, já em outra cultivar, houve a necessidade de 3 aplicações.

Além dos produtores terem aceito bem a soja BRS 1003, por sua viabilidade econômica e produtiva, os produtores de sementes também verem um crescimento na demanda do grão, estimulando também este mercado.

Muitos produtores já se deram conta da economia que a tecnologia proporciona. Para o sementeiro J. P. Filho, a ampliação para o cultivo dessa variedade é promissora, visto que principalmente no Mato Grosso do Sul, o clima quente favorece o surgimento e proliferação dos percevejos, o que eleva o seu custo de controle. Com a implantação de uma variedade mais resistente, há a redução de aplicação de inseticidas, ganho de tempo e menor custo com maquinários.

O lançamento da nova cultivar será realizado na safra 2019/2020 pela Embrapa e a Fundação Meridional, seu desenvolvimento se dá por meio do melhoramento genético tradicional e visa na ampliação de novas cultivares tolerantes aos percevejos no mercado.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

 

 

Conteúdo publicado com base no texto de Daniel Popov (Canal Rural).

Veja Mais
Defensivos Agrícolas: Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, critica ação do PSOL sobre aumento da tributação dos agroquímicos
Destaques da Economia Brasileira (de 17/02 a 21/02/20)
Agricultura de Precisão: Uso de tecnologia no campo reduz o custo de produção de cana
Fertilizantes: Tribunal Regional do Trabalho suspende demissões na fábrica de fertilizantes da Petrobrás em Araucária
Agronegócio Brasileiro: CNA prevê crescimento recorde no PIB agropecuário em 2020

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo