Melhoramento Genético: Soja tolerante a percevejos pode reduzir de 7 para 2 aplicações de defensivos agrícolas

  • 02/07/2019
  • 2
  • Categoria(s): Notícias Agrí­colas |

Melhoramento Genético - nova variedade de soja resistente ao percevejo

Nova cultivar de soja foi obtida através do melhoramento genético do grão promovido pela Embrapa, a nova variedade é mais resistente aos percevejos, resultando na economia de até 60% na aplicação de agrotóxicos...

Veja Mais
Preços caem pela nova semana seguida
Melhoramento genético contribui para aumento dos resultados na terceira maior produtora de café do Brasil
Agricultura de Precisão: Congresso Brasileiro do Agronegócio abordou que o futuro do agronegócio está na integração entre sustentabilidade, inovação e conectividade
Política Internacional: dólar nas alturas, apoio de Trump ao Brasil pelo Twitter e mais um capítulo do ‘vexame diplomático’
Agricultura de precisão: a utilização da tecnologia na realização da calagem, buscando aumentar a produtividade e lucratividade.

Os percevejos são uma das piores pragas para a cultura da soja. Além do dano econômico e de produtividade, o inseto é vetor de doenças que podem comprometer mais ainda a lavoura. No entanto, uma nova variedade de soja desenvolvida pela Embrapa, possui uma tecnologia de resistência aos percevejos.

Denominada como BRS1003, a nova cultivar de soja foi criada com foco de ser resistente ao inseto, o Block. A tecnologia já vem sendo empregada por alguns agricultores, inicialmente para teste, mas já existem relatos positivos quanto a nova variedade.

O pesquisador Carlos Arrabal Arias, líder do programa de melhoramento genético da Embrapa, informa que a Tecnologia Block fornece maior proteção à lavoura em relação ao ataque da praga que suga as vagens e os grãos de soja. “As cultivares com a genética Block têm maior tolerância aos percevejos, o que minimiza a ação destrutiva da praga. Porém, a tecnologia não dispensa o uso de inseticidas, mas permite uma melhor convivência com os insetos no campo”.

Veja também:

Melhoramento Genético: Feijão Transgênico e agora, como o consumidor irá reagir?

Agricultura de Precisão: Dispositivo criado para a cultura da cana-de-açúcar é capaz de medir, em tempo real a quantidade colhida em determinada área de plantação

Fique por dentro da análise de mercado das commodities na coluna: Notícias Agrícolas

A primeira cultivar de soja com a tecnologia Block é a BRS 1003IPRO, que foi desenvolvida pela Embrapa Soja com a Fundação Meridional de Apoio à Pesquisa. A BRS 1003IPRO é uma cultivar de soja do grupo de maturidade 6.3 (macrorregiões 1 e 2) e 7.0 (macrorregião 3), indicada para os seguintes estados: Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais.

“Esta cultivar apresenta ampla adaptação, excelente potencial produtivo, estabilidade de produção e moderada resistência ao nematoide de galha Meloidogyne javanica, além de resistência às principais doenças da soja como o cancro da haste, mancha olho-de-rã e podridão radicular de fitóftora”, ressalta Arias.

Leandro Becker, um produtor de Quatro Pontes, no oeste do Paraná, testou a soja tolerante aos percevejos na última safra, seu acesso a variedade VRS1003 foi em um dia de campo realizado em uma cooperativa local. Dos 120 hectares que possui, 7 foram destinados para o plantio da variedade BRS1003 da Embrapa. Entre as suas características, o que lhe chamou mais a atenção foi a arquitetura da planta e a produtividade.

Os resultados obtidos pelo produtor foram bem positivos, mesmo o clima tendo atrapalhado a produção de grãos, o registro foi de uma colheita de 66 sacas/ha com a soja BRS, o aumento de produtividades da cultivar melhorada foi bem discrepante contra demais áreas, cuja média ficou entre 49 à 57,8 sacas por hectare.

Além dos benefícios ligados ao incremento da produtividade, o produtor ainda ressalta que a tecnologia é uma forma de otimizar o controle do percevejo na lavoura. No entanto, é preciso manter a aplicação racional e adequada dos inseticidas a fim de manter suas características de resistência. Becker informou que na última safra precisou de somente uma aplicação de inseticidas na BRS1003, já em outra cultivar, houve a necessidade de 3 aplicações.

Além dos produtores terem aceito bem a soja BRS 1003, por sua viabilidade econômica e produtiva, os produtores de sementes também verem um crescimento na demanda do grão, estimulando também este mercado.

Muitos produtores já se deram conta da economia que a tecnologia proporciona. Para o sementeiro J. P. Filho, a ampliação para o cultivo dessa variedade é promissora, visto que principalmente no Mato Grosso do Sul, o clima quente favorece o surgimento e proliferação dos percevejos, o que eleva o seu custo de controle. Com a implantação de uma variedade mais resistente, há a redução de aplicação de inseticidas, ganho de tempo e menor custo com maquinários.

O lançamento da nova cultivar será realizado na safra 2019/2020 pela Embrapa e a Fundação Meridional, seu desenvolvimento se dá por meio do melhoramento genético tradicional e visa na ampliação de novas cultivares tolerantes aos percevejos no mercado.

Obtenha informações estratégicas para a melhor decisão de compra e venda de produtos agrícolas em AF News Agrícola.

 

 

Conteúdo publicado com base no texto de Daniel Popov (Canal Rural).

Veja Mais
Brasil vai crescer 3% em 2019, diz Credit Suisse
Dólar ultrapassa os R$4,00 e o mercado de farinhas fica como?
Peste suína na China ameaça volume de exportação de soja brasileira
Fogo na Floresta Amazônica: ministra da agricultura diz que não vê razões para que países imponham barreiras ao agronegócio brasileiro
Vale ganhou relevância na economia com aumento das exportações de minério

Quer receber as últimas atualizações de Trigo, Milho, Farinhas, Farelos, Soja e do agronegócio em seu e-mail?

Cadastrar





Sobre AF News

A AF News com sede em Curitiba PR, foi idealizada para poder atender as necessidades de empresas e pessoas com informações de mercado e análises. Com responsabilidade, ética e imparcialidade nosso objetivo é promover o questionamento e a divulgação de informações útei...
Continue Lendo